Selo Cruelty-Free!

É mais que um direito do consumidor querer saber da procedência dos produtos. É um dever como cidadão, ter ética, não só para com os trabalhadores na fabricação de um produto, mas também na realização de testes em animais. É dificultoso saber de tais informações na embalagem de um produto, as quais deveriam estar bem sinalizadas. Não há nenhum selo que comprove a realização ou não de componentes do produto testados em animais. Há propagandas, até mesmo nas embalagens que falam da não realização desses testes, porém não há um órgão competente que comprove se essas informações são verídicas.

Há muita polêmica quando se trata desse assunto, há radicalismo de ambos os lados. Eu aconselho a procurar fontes confiáveis de pesquisa antes de se desesperar.

De acordo com a Lei nº 9.605 de 13 de fevereiro de 1998, os experimentos em animais são ilegais quando existirem recursos alternativos.

Capítulo V – Dos Crimes Contra o Meio Ambiente

Seção I – Dos Crimes contra a Fauna

Art. 32º Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa.

§1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

§2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Ao alegar Objeção de Consciência , o aluno ou qualquer pessoa, não é obrigado a praticar nenhum ato nem presenciá-lo se não estiver de acordo com a lei. Os professores, não podem puni-los nem reprová-los por não quererem participar de aulas que utilizem animais para estes fins.

No site http://www.pea.org.br/ , há muitas informações interessantes desde a legislação, testes que são realizados em animais, como são esses testes, as alternativas a esses testes, e muitos artigos que mostram como a ciência progride sem a experimentação em animais.

Apesar do organismo de alguns mamíferos serem muito semelhantes ao humano,  muitas substâncias geram respostas diferentes em animais e humanos! Substâncias que não fazem mal algum a um rato ou cachorro, podem matar um ser humano, e vice-versa.

Eu acredito, que a ciência já progrediu o bastante a ponto de passar da fase que  a experimentação em animais era a única e mais importante alternativa encontrada, para uma fase em que pode se usar os “n” métodos alternativos e que são muito mais eficazes.

Por isso, é muito importante as pequenas escolhas que fazemos. Neste site do Projeto Esperança Animal, eles divulgam listas de empresas que utilizam ou não animais em testes. Eu não sei dizer o grau de confiabilidade dessas empresas, acho que vale apena pesquisar sobre elas.

Uma alternativa que temos, é assinar o abaixo-assinado exigindo o Selo nos produtos não testados em animais!

o link é este: http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=ANVISA

É rápido e fácil, e fará diferença!

 

 

Vamos ajudar a divulgar!

Uma boa tarde e boas escolhas a todos!

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s