Aquecimento Global: polêmica discussão

Desde criança, aprendi na escola que o aquecimento global era algo que estava acontecendo em nosso planeta, e que o homem, através da queima de combustíveis fósseis entre outros, liberavam grande quantidade de gases, os chamados gases do efeito estufa (dióxido de carbono – o principal culpado, o metano, óxido nitroso, perfluorcarbonetos). Esses gases têm por natureza a absorção de parte da irradiação infravermelha emitida pela superfície terrestre em consequência do aquecimento solar, e dificultando seu escape para o espaço. Sendo assim, aprisionavam calor. Esse efeito estufa é algo necessário em nosso planeta pois possibilita a vida tal como a conhecemos, se todo calor irradiado para nosso planeta fosse perdido, a temperatura seria cerca de 33°C mais baixa.

Bom, isso todos nós sabemos, mas há cerca de alguns anos atrás, principalmente geólogos e físicos, afirmam ser o aquecimento global uma grande farsa e que ele nunca ocorreu e nem é o homem o causador de variações na temperatura planetária. Eu decidi tentar compreender um pouco mais sobre esse assunto tão polêmico. Afinal, é importante levantarmos uma reflexão sobre o que acontece em nossa volta.

Depois de muito pesquisar, eu, como protetora do meio ambiente que sempre fui, acredito que é impossível que tudo o que fazemos com nosso planeta, simplesmente não tenha conseqüências.. Como que, a partir da revolução industrial, estamos jogando em nossa atmosfera enormes quantidade de CO2 por ano e isso simplesmente desaparece, não causa prejuízo algum..? É ridículo pensar que nossos atos não geram conseqüências. Vou escrever aqui as duas linhas de raciocínio..e a minha, claramente segue o lado ambiental.

Primeiramente, é facilmente comprovado que a quantidade de estudos que afirmam que o aquecimento global está acontecendo e que o ser humano é o principal causador disso é muito maior do que os poucos que são contrários. A ciência por si só já é cética, ela é baseada em fatos e pesquisas e no que pode ser observado, nada é publicado sem passar antes pelo crivo de muitos especialistas. O que dizem sobre os que acham que o aquecimento global é uma grande farsa é que eles olham para dados isolados, e não para o conjunto.

Os cientistas que acreditam no aquecimento global mostram que além dos níveis de CO2 oriundos da queima de combustíveis fósseis aumentarem, estudos mostram que o escape desse gás entre outros para o espaço está diminuindo. Há também um feedback positivo que mostra que o calor gera um aumento do nível de CO2 na atmosfera pela diminuição da solubilização do mesmo nos mares, seu maior reservatório, e essa concentração aumentada gera um aumento no calor. Outros estudos relatam que as noites estão esquentando mais, visto o menor escape do calor para o espaço, e os invernos também. Quando eu era criança, eu me lembrava de invernos bem frios e que duravam o quanto a estação deve dura. Hoje em dia, não precisa ser um gênio pra saber que as estações estão atrapalhadas. O inverno tem alguns dias de muito frio, e o resto, dias amenos..não temos mais estações bem definidas.

Essas informações podem ser constatadas no The Scientific Guide to Global Warming Skepticism.

http://www.skepticalscience.com/docs/Guide_to_Skepticism.pdf

Já a outra corrente possui vários argumentos que muitas vezes podem ser derrubados, já outros nos deixam mais pensativos..eis aí a grande questão.

Numa entrevista feita com o Professor doutor em Climatologia pela Universidade de São Paulo (USP), Ricardo Augusto diz um pouco sobre o que eu li em outras fontes, que na verdade o aumento de temperatura que ocorreu no planeta é devido a oscilações que existem normalmente, num período que varia entre 15 e 20 anos que tem a ver com fenômenos astrológicos, que seria ciclo nodal lunar, que teria a ver com os eixos da Lua e da Terra em suas órbitas que provocariam isso. Eu concordo com isso e acredito que a Lua tenha influência em vários eventos da Terra, mas também acredito que isso faça parte de um evento natural que sempre ocorreu e que não tem ligação com os abusos do homem.

Agora, quanto este professor doutor fala que o “homem vem antes do ambiente” e que “quando o homem cresce o ambiente vai com ele”, eu discordo, pois acho que o homem está inserido no ambiente como qualquer outro ser vivo. Se a humanidade acabasse, será que a natureza “sentiria falta”? Agora se não houvesse natureza, provavelmente não haveria homem, pois ele faz parte da natureza e necessita a cada segundo dela. Como crescer economicamente ou seja lá como for, sem pensar na natureza? Não é dela que retiramos a matéria prima? Que por acaso é esgotável. Acho que ele precisa rever um pouco seus conceitos.. Ainda mais quando fala sobre plantar árvores..argumentando que há milhões de pessoas no Brasil passando fome e que a coisa correta é tratar das pessoas em nosso país. Ambos são assuntos importantes, porque precisamos cuidar de um e obrigatoriamente deixar o outro de lado? Não precisamos plantar pra comer? Além do mais, as árvores são grandes modificadoras de nosso clima! São elas que aumentam a umidade do ar através da evapotranspiração e diminuem as temperaturas no ambiente.

 A entrevista está disponível no link abaixo:

 http://globotv.globo.com/rede-amazonica-ro/amazonia-tv-ro/v/farsa-do-aquecimento-global-e-tema-de-palestra-em-porto-velho/2041210/

Há outra entrevista também, na globotv, no programa entre aspas que une o físico Luis Carlos Molion e o pesquisador astrofísico Gylvan Meira para também contrapor sobre o aquecimento global. Nota-se que é um assunto muito abrangente e só sendo especialista para se ter mais domínio, porém, Molion dia que o planeta está resfriando e em ciclos de 25, 30 anos torna a esquentar e assim por diante. Algo que me intrigou foi que, se o planeta passa naturalmente por essas oscilações, o que é perfeitamente compreensível, porque que as regiões chamadas de permafrost, ou seja, permanentemente congeladas estão derretendo!?

No livro Uma Verdade Inconveniente, um livro que recomendo a todos, podemos claramente ver regiões que há 50 ou 70 anos atrás eram cobertas de gelo e hoje não são mais! Se os ciclos de esquentamento e resfriamento são de 25 a 30 anos, não deveria estar mais ou menos da mesma maneira? Ou não foi algo além da natureza que está modificando esses cenários? Dizem que houve a era quente na época medieval, mas observando os gráficos, ela foi bem menor do que está acontecendo agora. E para finalizar os comentários da entrevista, Molion também diz que o aumento do CO2 é bom para as plantas, aumenta a fotossíntese e a produtividade. Sim, as plantas e os organismos fotossintéticos utilizam sim o gás carbônico para a fotossíntese, mas também respiram! E caso ele tenha faltado nas aulas de biologia, no crescimento de uma árvore ela utiliza mais CO2 para a fotossíntese do que libera em sua respiração, mas, quando ela atinge seu clímax, a quantidade que absorve de CO2 pela manhã é a mesma que libera ao longo do dia enquanto respira. A questão de matemática é: se introduzimos na atmosfera cada vez mais gás carbônico, e o desmatamento desenfreado continua acontecendo, quem será o responsável para captar todo esse CO2?

 Link da entrevista:

http://globotv.globo.com/globo-news/entre-aspas/v/especialistas-debatem-as-principais-ameacas-do-aquecimento-global-no-mundo/2006235/

Há também um blog que mostra a grande farsa do aquecimento global..podemos entender um pouco mais do que esses físicos e climatologistas estão falando:

 http://agfdag.wordpress.com/

Estudos mostram que o aquecimento global está até interferindo na produção de alimento, com batatas por exemplo, que reduz seu crescimento e aumenta a incidência de doenças na planta.

É uma discussão que pode não ter fim, mesmo porque não temos como saber o que vai acontecer exatamente com o planeta daqui muitas décadas. Mas eu acho que é meio suspeito haver tantos estudos sobre isso e o governo fazer tratados e gastar muito dinheiro em novas tecnologias e criando normas mais restritas se de nada precisasse. Ninguém põe a mão no bolso a menos que necessário. E eu não quero apenas sentar e assistir a humanidade destruindo o planeta nas suas diversas formas. Aquecendo o planeta ou não, não é uma boa atitude utilizar tecnologias mais limpas? Diminuir a poluição? Não só pelo bem ao meio ambiente, mas também à saúde da população? Formas mais sustentáveis de produção? Que gere um aumento de produtividade, e que gere menos poluição? Não beneficiaria também a população? Porque regredir agora falando que de nada importa a quantidade de gás carbônico jogadas no planeta? Sim, temos conhecimento de várias formas que a própria natureza também produz esse CO2 , mas ela o faz de forma equilibrada. E nós, inseridos nesse ecossistema, temos de nos adequar da melhor forma possível.

 Outras fontes que utilizei:

http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v19n2/02.pdf

http://www.scielo.br/pdf/cr/v40n6/a609cr2829.pdf

http://g1.globo.com/platb/mundo-sustentavel/2012/07/03/todos-somos-ceticos/

Uma verdade Inconveniente – Al Gore, 2006.

Boa noite e boas reflexões a todos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s