Casas Ecológicas: Fontes de Energia Renovável e Energia Hídrica

A produção, distribuição e o consumo de recursos fósseis não renováveis são uma das principais causas da insustentabilidade. Estudos demonstraram que há uma ligação direta entre a mudança climática e as emissões do setor de produção de energia, necessitando de sistemas de energia mais sustentáveis.
O conceito de energia renovável (ER) foi introduzido na década de 1970, como uma alternativa a combustíveis fósseis e nucleares. Algumas definições utilizadas para este tipo de energia são:

▪ Fontes de energia renovável (FER) são fontes de energia que se renovam rapidamente através de processos naturais.
▪ FER são quaisquer fontes de energia que sejam continuamente substituídas,
sem esgotar reservas, ou seja, são inesgotáveis.
▪ FER são geralmente menos poluentes que as fontes não renováveis.
▪ FER são limitadas em potência (densidade), mas não em energia, enquanto as
fontes não renováveis são limitadas na quantidade de energia, mas não em
potência.
▪ FER não provêm de recursos fósseis, e podem ser derivadas diretamente ou
indiretamente do sol, ou de qualquer outra fonte proveniente de mecanismos
naturais.

Segundo a mesma fonte, a energia nuclear também pode ser considerada uma energia renovável, pois reatores nucleares avançados podem usar a maioria do combustível nuclear para energia através do urânio, sem esgotar suas reservas de forma significativa na Terra por milhões de anos, ou seja, a energia nuclear não é exaurível, podendo no futuro, substituir os combustíveis fósseis.

Tipos de recursos energéticos utilizados no mundo e no Brasil. Imagem alterada (MARTINS; PEREIRA, 2011).

Tipos de recursos energéticos utilizados no mundo e no Brasil. Imagem alterada
(MARTINS; PEREIRA, 2011).

ENERGIA HÍDRICA

De um modo geral, a energia hídrica contribui para um quinto da geração de energia do planeta, é uma fonte renovável, pois utiliza energia da água corrente sem esgotá-la para produzir eletricidade. É uma fonte cuja capacidade de armazenamento de energia a faz ser a mais eficiente e ter o maior custo-benefício, apoiando a implantação de energias renováveis intermitentes, como a eólica e a solar. Os reservatórios de água contribuem para o armazenamento de água ao coletar água da chuva que pode ser utilizada para irrigação e para abastecimento da população, além de protegerem os aquíferos de se esgotarem, e reduzirem a vulnerabilidade da população a enchentes e secas. Utilizar energia proveniente da água, também auxilia o combate à mudança climática pelo seu ciclo de vida produzir pequena quantidade de gases do efeito-estufa, e, atualmente, evita que 4,4 milhões de barris de óleo sejam queimados por dia, em todo o mundo. As usinas hidrelétricas não produzem poluentes atmosféricos nem subprodutos tóxicos.

A água, além de ser utilizada como fonte de energia, também é utilizada para abastecimento de residências e condomínios captando-se água da chuva. É uma alternativa para a conservação dos mananciais, redução de escassez da água e contribui para uma melhora no sistema de drenagem urbana. A população mundial utiliza mais de 50% da água superficial do planeta, e no ano de 2025, está previsto o uso de 70% desta água, tendo como conseqüência uma redução da quantidade e qualidade de água para os ecossistemas aquáticos. Apesar de ser uma fonte renovável, seu uso indiscriminado pela população tenderá a deteriorar os recursos hídricos.

Pela água ser fundamental à vida de todos os organismos, é imprescindível que apresente condições químicas e físicas adequadas para sua utilização, contendo substâncias essenciais à vida e se isentar de substâncias que possam produzir efeitos deletérios. Portanto a água deve estar disponível não somente em quantidade, mas também em qualidade. No Brasil, existe o Programa Nacional de Combate ao Desperdício de Água (PNCDA), instituído em 1997, cujo objetivo é promover o uso racional desta fonte para o abastecimento público, através de mudanças nos hábitos de consumo da população e através de aparelhos poupadores de água. Os aparelhos economizadores de água são mais eficientes que os aparelhos convencionais, possuem uma boa aceitação da população e muitos possuem baixo custo e fácil instalação. Funcionam através da redução da vazão ou evitam o desperdício por um melhor fechamento dos componentes.

gotejamento

Alguns aparelhos que economizam água:

Redutores de caudal - instalados nas torneiras, reduzem o fluxo de água, evitando o desperdício.

Redutores de caudal – instalados nas torneiras, reduzem o fluxo de água, evitando o desperdício.

Temporizadores - Torneiras que através da pressão ou por sensores,  liberam água por tempo determinado, evitando que as torneiras sejam deixadas abertas.

Temporizadores – Torneiras que através da pressão ou por sensores, liberam água por tempo determinado, evitando que as torneiras sejam deixadas abertas.

Descarga inteligente - Possui dois tipos de acionamentos, liberando 3 litros para os líquidos e 6 litros para os sólidos.

Descarga inteligente – Possui dois tipos de acionamentos, liberando 3 litros para os líquidos e 6 litros para os sólidos.

Em relação aos sistemas de captação de água da chuva, muitos países como Austrália, Alemanha e Japão já possuem muitos desses sistemas instalados. No Brasil, é uma tecnologia em desenvolvimento, existindo poucos estudos sobre isso. Os elementos constituintes de um sistema de captação de água pluvial são: área de captação (telhado), componentes de transporte (calhas e tubulações), e cisterna. Estes elementos são de fundamental importância para se determinar a água que poderá ser aproveitada.

Esta tecnologia consiste em captar a água da chuva através do telhado e através das calhas, e conduzir a água para um reservatório, a cisterna. Esta água pode ser utilizada para fins menos nobres ou para ser potável, necessitando a instalação de filtros com carvão ativado, contribuindo também para a  diminuição de inundações por diminuir a quantidade de chuva introduzida nas redes de esgoto.

captação

Sistema de captação de água da chuva

Para mais informações sobre desperdício de água, visite meu post sobre o tema!
Água, até quando você vai desperdiçar?

Próximo post, continuarei com mais fontes de energia renovável!!
Até breve!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s